Com “The Evil Within” teremos uma boa nova franquia de survival horror?

TheEvilWithin-malditosinvasores

O mago Shinji Mikami está se preparando para surpreender a todos… ou não. 

Como todos vocês já devem estar sabendo, Shinji Mikami um dos pais do gênero Survival Horror está prestes à lançar o seu mais novo jogo; The Evil Within. Com esse jogo o senhor Mikami(Me comi?) planeja revitalizar todo o gênero, que já a muito tempo vem perdendo nas mãos de produtoras gananciosas.

Muito pouco do jogo foi mostrado até agora, tirando o trailer bastante macabro, as únicas coisas que temos são pequenas imagens e comentários do próprio Mikami.

Segundo ele; os jogos de survival horror estão perdendo o rumo devido a resistência aos sustos que vários jogadores em volta do mundo estão desenvolvendo, as pessoas simplesmente não ficam mais assustadas com facilidade, o que torna muito mais difícil fazer um bom jogo(E claro muito também se deve a mescla de ação com survival horror que alguns jogos andam fazendo).

Para evitar esse tipo de situação, The Evil Within aposta na ambientação. Segundo Mikami, um bom Survival Horror deve ser assustador em diferentes aspectos, inclusive na composição dos inimigos. Segundo ele, as criaturas devem ser monstruosas e terríveis a ponto de fazê-lo querer se livrar delas o mais rápido possível — uma ansiedade que abre as portas para o desespero e o nervosismo.

Bem, eu não concordo totalmente com o cara mas o ponto é bem esse ai mesmo, já que nem zumbis ou infectados são mais assustadores hoje em dia do que eram a 10 anos atrás.

Como pode ser visto na imagens espalhadas por esse postagem o jogo segue bem isso que ele falou, com diversos monstros macabros e  com um grande numero de “estilos” diferentes. Claro que não da pra ter uma ideia geral dos monstros, mas pelo que da para ser visto eles serão uma especie de pesadelos ambulantes ao estilo Silent Hill.

O produtor Masato Kimura também destaca outro ponto importante, de acordo com ele, o equilíbrio entre terror e ação é fundamental para “fisgar” o jogador. Ele explica que um título muito assustador pode oprimir o indivíduo e afastá-lo de uma vez por todas. Por outro lado, focar na ação pode acabar com o medo e transformar o game em um shooter genérico.

É por isso que a jogabilidade está sendo cuidadosamente pensada em The Evil Within. A ideia é trazer um clima assustador e tenso, mas sem que isso torne as mecânicas pesadas ou sem ritmo. O jogo deve “sufocar” o jogador, mas sem limitá-lo. Resumindo; Você terá que lutar pela sua vida, mas sem ser “massaveio”.

Um ultimo detalhe, que aliais para min é o mais importante, sobre o jogo comentado por Mikami é que eles estão tendo criar um personagens que não faça o jogador se achar um “super-herói”, mas sim ter a todo o momento à sensação de que o protagonista pode morrer. Assim a base do Survival Horror que é; exatamente o sentimento de incapacidade diante de situações inexplicáveis e de risco ira se manter a um bom nível.

É por isso que ele descreve Sebastian como um sujeito comum, daqueles com que qualquer pessoa consegue se identificar. Ele faz parte de uma equipe de detetives que é chamada até um manicômio para investigar um estranho caso de assassinatos em série.

Mikami explica que o protagonista e mais dois oficiais, identificados apenas como Joseph e Kid, chegam um pouco depois do chamado dos policiais e estranhamente encontram o local vazio, apesar da grande quantidade de viaturas. Ao entrar no prédio, o trio se depara com corpos espalhados por todos os lados.

Bem, aqui eu compilei as coias mais importantes ao meu ver sobre o jogo que foram comentadas pela equipe e pelo Mikami. Obviamente para min se o jogo tiver um bom enredo e nenhum grande exagero na parte da ação, ele já está valendo como sucessor do Resident Evil. Se você quiser saber mais sobre o jogo de uma conferida no vídeo da onde saiu isso tudo >>aqui<<.

The House Of The Dead + Resident Evil + Silent HillThe Evil Within

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s