A Era de Ultron #10 – Comic Review / Crítica

AeraDeUltron#10-2013-malditosinvasores

Ai meus rins. Bendis vai embora do america! 

É aqui estamos nós. No final dessa verdadeira epopeia que foi ler Age of Ultron até o final. Uma saga onde muito começaram a ler só para ver no que ia dar e no final se decepcionaram mais do que estava programado, mas será que entre toda está merda a algo de bom? Vamos descobrir agora.

Recapitulando toda à saga para os que não a leram completamente; Ultron – supervilão é adolescente revoltadinho – de um maneira que só deus sabe, consegui-o viajar para o futuro é quebrar toda a linha temporal. Com isso ele deixou o mundo (Presente) em estado quase apocalíptico e ferrou com muitos vingadores, para acabar com essa situação o Capitão America juntou um grupo para enfrentar o robô maluco no futuro de modo a concertar o presente – porem – logo após ele partir, Wolverine e Mulher Invisível foram para o passado para impedir que Hank Pym inventa-se o robô de modo a concertar o futuro…

Obviamente o capitão se deu mal é o destino do mundo, mais uma vez,  ficou nas mãos de Wolverine que sem dó algum deu cabo do bom doutor e consertou o futuro, MAS ao voltar para o presente ele descobriu que matar o doutor de nada muda o futuro que já está condenado. Dai em diante nós chegamos nesse momento, o fim da saga.

O engraçado é que eu acertei sobre o final da saga, a um certo sentido para toda essa viagem de merda; Angela. Isso mesmo cara leitor, você foi enrolado. Tudo o que você leu desde à primeira edição da revista foi apenas – unicamente – para trazer ao Universo 616 à personagem de Neil Gaiman, que para os desinformados; agora é o recém contratado novo roteirista da Marvel.

E para completar essa verdadeira lasanha, o enredo da ultima edição é mais confuso do que toda a saga junta. Em um momento você vê Angela no espaço lutando contra aliens é no outro Hank está falando com seu eu do passado, que com ajuda de Susan Storm o envio uma mensagem o avisando sobre como dar cabo do “probleminha” deles. Logo apos isso, Os Vingadores – com uma formação bizarra – atacam a reunião dos super gênios do mau que estavam estudando um casulo e depois BAM! SOC! TUM! POW! Ultron sai do casulo eles derrotam ele é toda a linha do tempo SURTA e… pronto, acabou.

É sério. Eu não estou brincando com vocês, a revista simplesmente acaba assim. Consequências? Conclusão? Termino? Não na casa das ideias. Tudo isso foi apenas adicionar a personagem de Gaiman na Marvel é para causar um puta puteiro do caralho no véu das realidades que atingiu até mesmo o Universo Ultimate! Que não darei spoiler aqui, vá ver com seus próprios olhos, se tiver coragem.

Para fechar essa terrível leitura; a arte está bem mediana, sem muitos erros, mas também sem muitos acertos. O roteiro como já falado está uma desgraça, criando assim uma terrível leitura. Porem, quem quiser ficar sabendo do que vem por ai – esse ano – recomendo rápida leitura.

  • Roteirista:  Brian Michael Bendis.
  • Quadrinista: Brandon Peterson.
  • Colorista: Paul Mounts e Richard Isanove.
  • Ano: 2013.

4,5/10

(Run, Forrest, Run!)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s