sillent

Um filme que… poderia ter sido melhor.

Bem, antes de falar do filme em questão, eu tenho que apresenta-los para o novo “tópico” do Blog. Seção da qual eu irei explorar alguns filmes dos quais eu tenho uma segunda opinião sobre eles. Lembrando que isso não é uma critica ou uma análise, apenas o meu ponto de vista e opinião sobre o filme.

Ontem eu estava meio entediado, então, resolvi assistir o longa Silent Hill: Revelação 3D filme do qual eu baixei (sim, porque a rede mundial de computadores foi criada para isso, compartilhamento arquivos online) a muito tempo e não cheguei a assistir por falta de paciência e tempo. Digo isso porque muitas das criticas e informações sobre o filme são bem negativas por tanto logo supus que: Ou o filme é muito bom ou ele é terrivelmente ruim.

O primeiro longa “baseado” (vamos frisar isso  aqui, muito) na série de jogos Silent Hill foi relativamente um sucesso, os fãs  do game gostaram do que foi feito e o publico em geral ficou intrigado. Porém, com esse novo filme, que deveria ser o melhor dos dois, não foi tudo uma maravilha não.

Mas, como diria o Jack, O estripador vamos por partes. O filme em si ficou muito bem produzido e dirigido, méritos dos quais eu concedo ao senhor Michael J. Bassett pelo ótimo trabalho, sem contar que o elenco é outro excelente acerto do diretor que inteirou seu filme com nomes como Kit Harington (O Jon Snow de Game of Thrones), Carrie-Anne Moss (A trinity de Matrix), Malcolm McDowell (o doido do Laranja Mecânica) e por fim Sean Bean.

You Know Nothing Jon Snow!

Eu queria muito continuar os elogios mas é hora de dar adeus a eles, agora eu me foco no roteiro que é o calcanhar de aquiles do filme. Tudo porque aqui nos estamos lidando com uma filme que é “baseado” nos jogos e não uma “adaptação” direta deles. Ou seja, muita coisa se perdeu no meio do caminho. Michael J. Bassett pode ser um bom diretor mas como roteirista ele é amargamente terrível, o enredo do filme em si todo o tempo esteve em frente a ele mas não ele resolveu no final das contas só se basear em algumas coisas. Fazendo assim o experiente detetive ser trocado por um jovem filho de uma personagem que em momento algum do jogo diz ter filhos, mudando a sequencia de cenas para dar mais velocidade ao filme (o que não era necessário), mal utilizando vilões e dando SEU ponto de vista para outros personagens ele acabou por estragar muita coisa do game.

Eu não estou falando que ele deveria se apegar a tudo, porem, pelo menos alguns dos detalhes mais importantes ele deveria ter deixado sem mexer desse modo não detonando à alma da obra original.

Quando eu soube que o filme não tinha correspondido com as expectativas logo pensei que fosse por não ter se apegado aos detalhes do jogo, mas não. Muito reclamaram dele ter se apegado muito e dado um outro rumo ao enredo original se apoiando no primeiro longa, que por sinal não tem quase nada da franquia de horror nele. Então, o culpado do terrível resultado final é inteiramente dele,  Michael J. Bassett (marquem esse nome, ele é perigoso nos roteiros).

O parque de diversões do primeiro pesadelo de heather.
O hotel onde você encontra uma mulher suicida em um dos quartos, no game.

Se o roteirista/diretor tivesse de apegado ao enredo original do game, que estava praticamente pronto, de modo apenas usar o pai dela como ponte para o primeiro filme isso tudo acabaria dando muito certo. Claro, o filme ficaria bem mais longo mas se tratando de uma adaptação (agora falando da minha concepção, não do filme) ficaria aceitável.

A trilha sonoro do filme sim ficou uma belezinha Akira Yamaoka novamente acerta em cheio, aliais ele praticamente repetiu o que fez no jogo apenas dando novo ritmo à trilha. Com ele o filme fica com aquela cara de “Silent hill”, deixando tudo muito sinistro e desolado, sem perder o clima de horror nas cenas com monstros é claro. Então, ele é não tenho nada  a reclamar, sendo um dos grandes pontos altos do filme.

Bem, no final das conta Silent Hill: Revelação 3D ficou muito abaixo do esperado e não é um filme para qualquer um. Portanto, se você for um grande fã da franquia de jogos e quer ver um sensacional final cheio de easter eggs não perca tempo e de uma conferida no filme. Agora, se você nunca jogou um game da franquia na vida, fique longe, muito longe desse filme.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s