Produtor, anônimo, confessa estar cansado do ódio por parte dos jogadores

cheiodemimimi

“Mamãe, aplicaram bullying em min na escola” coitadinho do produtor safado…

Um produtor, do qual preferiu manter sua identidade de gigolô anonima, acabou de publicar um editorial no Kotaku dirigido aos jogadores, em que ele desabafa que está farto do ódio a que presencia na Internet.

O produtor “unknown”, que diz que trabalha na indústria de games há cinco anos, está receptivo a críticas construtivas, o que está farto mesmo é de ver comentários como “Espero que as pessoas idiotas que fizeram este jogo se matem a seguir de terem matado as suas famílias “.

Completa ainda falando que “Claro que haverá sempre críticos. O mundo precisa deles. Mas penso que não há justificativa para os ataques negativos personalizados, o discurso de ódio, e crueldade para com aqueles que trabalharam mais de 12 horas durante dias, semanas, meses e, em alguns casos anos, para colocar os jogos na melhor forma possível”.

“Se os produtores dão aos fãs um produto partido, deixem-nos saber. Se o nosso jogo tem problemas, falem sobre eles. Mas por favor, tenham respeito. Sejam bondosos para as pessoas que ajudam a criar e produzir os jogos que vocês adoram e especialmente para as pessoas que fazem jogos que vocês não adoram. Ninguém merece ser tratado abaixo de um ser humano”, continuou o produtor.

O editorial serve tanto de aviso, como de crítica as ações dos jogadores. Este produtor acusa-os de não saberem o quão difícil é coordenar uma equipa com centenas de pessoas.

Opinião de um Gamer com mais de 15 anos de muita jogatina:

Obviamente, para min que cresci numa época onde conectar vídeo-games ao televisor ocasionava defeitos. Acho isso uma puta balela, quase uma choradeira de mal perdedor, nós vivemos em uma época onde os games estão dando muito suporte as impressas por querer que o mercado evolua mais. Já se foi aquela época que games eram coisa de criança, agora 45% do mercado (acho que até mais) são de jogadores com 25-40 anos. Ou seja, agora a porra ficou séria existem pessoas que vão defender aquilo que amam com unhas e dentes, tudo pelos milhares de maus exemplos que empresas como Microsoft, EA Games e etc, estão dando ultimamente. Entregando o mesmo contudo sem qualquer tipo de evolução e comprando preços absurdos por isso, sem contar os DLC’s que agora se tornaram uma nova maneira de “sacanagem mundial”.

Quer um exemplo? Aqui está ele; a The Creative Assembly acabou se lançar uma das versões mais buggadas e mal feitas da franquia Total War. Isso antes de ter passado mais de 1 ano e meio falando quanto o jogo séria maravilhoso e com exatidão melhoraria o primeira (e melhor) versão do “Rome”. E para finalizar com chave de cocô, ainda ousou proibir os player de comentar à sua decepção com a terrível forma como eles publicaram o jogo em sua pre-venda, lesando uma quantidade absurda de pessoas ao redor do mundo com um produto inacabado.

Então, senhor “unknown”. Antes de você abrir essa boquinha de merda para ficar de “mimimi” e pagar de santo, olhe para trás e veja quantidade de merda que você já – com toda certeza – deve ter feito.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s