Microsoft – novamente – cospe na cara dos Gamers…

ryse-malditosinvasores

Microsoft comenta sobre recepção morna do game Ryse: Son of Rome e as criticas negativas.

Em entrevista ao site MyXboxLive, finalmente alguém da Microsoft Studios comentou sobre o fracasso que foi o “super exclusivo” game Ryse: Son of Rome. O rato de teste dessa vez foi Mike Ybarra, um dos responsáveis pelos Microsoft Studios, sobre a discreta recepção que o exclusivo Xbox One obteve.

Para você que talvez não tenha observado. O titulo Ryse foi uma belo de um fracasso nesse inicio de nova geração de consoles e os gamers (que estão ficando mais inteligentes com o tempo) perceberam que o jogo não passou de uma jogada de marketing necessário para chamar atenção para o novo console (Xbox One) da Microsoft. O que acabou por refletir em suas notas no site Metacritic.

Acompanhe os comentários do cara para logo depois eu dissertar sobre eles:

“O Metacritic é um tema complicado na nossa indústria. No início foi difícil ver os números uma vez que eram mais baixos do que o queríamos. É sempre difícil para uma equipa que investiu tanto tempo e esforço no jogo,” comentou Ybarra.

“Apesar de haver coisas que gostaríamos de ter incluído no jogo, e de percebermos o cerne de tanta critica, a verdade é que estamos orgulhosos de Ryse e pensamos que foi uma experiência divertida para o nosso público.”

“Por outro lado, vimos muitos jogadores a dizer que adoraram o jogo,” relatou. “Se derem uma vista de olhos na Amazon, temos muitas pontuações de quatro e cinco estrelas por parte dos consumidores.”

Agora, mãos à obra. Para você que talvez não tenha entendido o porque da “cuspida na cara” na qual pus no titulo da news, eu explico para você. A empresa da qual encabeçou o projeto (microsoft) recebeu a noticia da má recepção perante os sites de criticas como… nada. Por mais que o jogo tenha sido detonada por muitos críticos ele cumpriu o seu papel, vendeu quantidades exorbitantes de unidades “Se derem uma vista de olhos na ‘Amazon’, temos muitas pontuações de quatro e cinco estrelas por parte dos consumidores”. Ou seja, no final das contas – para eles – o que importa é o quanto o jogo vendeu e não se ele foi bom ou ruim para as pessoas.

E levando em consideração que foi um dos primeiros títulos do console, deve ter vendido que nem água no deserto.

Fonte: Eurogamer.pt

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s