True Detective (2º Temporada) – Crítica

truedetective-malditosinvasores

Uma temporada que pareceu não ter fim.

Finalmente pude terminar a tão esperada segunda temporada de True Detective. Série que depois de sua primeira temporada completada, se elevou a um nível quase divino. Muito foi debatido sobre a segunda temporada – por conta do elenco é do hype –  o que acabou por deixar um peso muita grande nós ombros não só dos diretores, mas também do elenco. 

Na segunda segunda temporada temos uma verdadeira surpresa no elenco, algumas boas, outras nem tanto assim. Mas, entre os nomes da série posso destacar dois que vão ter uma tremendo peso para os que ainda pensam em correr atrás do tempo perdido, eles são; Colin Farrell (Detetive Ray Velcoro) e Vince Vaughn (Frank Semyon) que apresentaram atuações primorosas é que quase carregam a série nas costas quase que sozinhos. Talvez, eles sejam até o motivo de muitos não terem abandonado o show depois do 5° episodio, isso junto ao fato da trama levantar certa curiosidade em quem está acompanhando tudo. 

Bem, à trama desta segunda temporada não é um assunto tão simples de se abordar, muito por conta dos altos e baixos da própria. Os primeiros episódios em si, são muito bem explicados e terminam quase sempre com um excelente gancho para o próximo, mas a partir do 5° que as coisas começam à realmente desandar. A trama entra em um verdadeiro quarto escuro e demora muito para encontrar “a luz” e voltar à interessar. Apesar disso, por conta dos dois pontos de vista para a mesma historia você ainda consegue se segurar a série mais um pouco.

Um grande ponto positivo a se destacar é a trilha sonora, que assim como na primeira temporada, está muito boa. Quase todas as musicas que são tocas no bar (onde Velcoro e Frank se encontram) são melancólicas e transpõe bem o quantos os personagens estão negativos quanto a atual situação dos próprios. Sem contar que nas cenas de ação e clímax final,  elas completam muito bem tudo e dão um censo de urgência/ritmo.

Parte do elenco pode ser o grande erro desta temporada, os atores Rachel Mcadams e Taylor Kitsch mostram mais uma vez (ambos tem grandes fracassos na carreira) que não lá atores de muito talento. Rachel interpreta uma versão genérica de “mulher misteriosa” e não consegue desenvolver muito bem os dramas de vida da sua personagem, enquanto que Taylor simplesmente não está lá. Por conta disso, o interesse na série caiu bastante durante sua apresentação, creio eu.

Este slideshow necessita de JavaScript.

No final das contas, uma trama boa (mas que se perde em alguns momentos) junto à uma excelente atuação da dupla de atores principais, garante ao telespectador uma série coesa e com grandes ganchos para manter sua atenção. Parte do elenco apresenta uma má atuação que acaba por fazer o show desandar um pouco, mas nada que o faça abandonar ela logo nós primeiros episódios. Uma trilha sonora boa e uma “magica” ambientação também elevam o patamar da série em alguns degraus.

Bem, se você anda procurando um suspense policial para se lembrar dos bons tempos de “Se7en”, “Silêncio dos Inocentes” e “Psicopata Americano” essa série vai ser uma boa pedida, capaz de prender sua atenção com por um bom tempo e enlouquecer sua cabeça com uma trama cheia de reviravoltas… Só não espere um grande desfecho.

7/10

Anúncios

Um comentário em “True Detective (2º Temporada) – Crítica

  1. Roger disse:

    Cheguei a assistir os três primeiros episódios, mas parei. De acordo com suas observações, acho que vou deixar para assistir mais pra frente, quando as novas temporadas das séries acabarem e sobrar mais tempo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s