O roteirista Taylor Sheridan diz que SICARIO 2 será mais “cruel e reflexivo”

sicario-malditosinvasores

O retorno de Alejandro parece que será bem mais violento. 

O site Collider, entrevistou recentemente o roteirista Taylor Sheridan (“Sicario: Terra de Ninguém” e “Hell or High Water“) sobre seu mais recente filme “HELL OR HIGH WATER”. Durante a entrevista, o diretor foi questionado sobre as filmagens de SICARIO 2; que foi anunciado pouco tempo depois da indicação ao Oscar.

“Lionsgate entendido que eles compraram algo que tinha um certo aspecto. Então, houve uma certa quantidade de liberdade que eles tiveram que me dar [na sequela]. O que normalmente seria uma longa reunião sobre o que esse personagem é sobre, qual é o seu arco-nós não temos isso. Eles confiaram em mim apenas fazê-lo e, com Sicario, o que eu estou realmente orgulhoso de, realmente abordar alguns assuntos difíceis. Eu não queria rebaixar, com um segundo filme. Então, eu realmente escrevi algo que eu me atrevi para realmente fazer. Dez vezes mais sentimental, mais cruel e realmente reflexivo … é engraçado que muitas pessoas pensam que Sicario é sobre a guerra, às drogas e os cartéis. não é. Ele se trata de um filme sobre a política americana e a maneira que nós, a polícia e [Sicario 2] é como que a mesma historia com esteroides”.

O primeiro filme foi dirigido por Denis Villeneuve e estrelou Emily Blunt, Benicio Del Toro e Josh Brolin; a sequencia vai contar com o retorno dos atores Del Toro e Brolin, exceto a personagem de Blunt que não vai voltar para a sequencia.

Sicario

Esse filme foi um daqueles que me deixou “bolado” por um bom tempo. O personagem do Del Toro, até como eu comentei na minha critica sobre o filme, é um espetáculo a parte. Você não sabe qual é o jogo dele até o minutos finais do filme, sem contar que a personagem da Emily – basicamente – está na mesma posição do publico; sendo inserida em uma novo mundo ao qual ela sabe que pode tragá-la e devorá-la se não atravessado com cautela.

Sem contar que, agora, eu percebo que também fui enganado pelo roteirista em certos aspectos, fui mais um dos que acreditaram que o filme era sobre carteis de drogas quando na verdade se tratava das múltiplas formas de dominação e manipulação do governo americano (magicamente apareceu uma boina na minha cabeça, meu cavanhaque cresceu e o hino da Russia começou  a tocar ao fundo) para tentar “ponderar” a questão das drogas nos EUA.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s