Liga da Justiça Sombria – Crítica

ligadajustice-dark-malditosinvasores

Sem grandes expectativas, nova animação da DC Entertainment surpreende. 

Depois de emplacar dois grande fracassos de publico e crítica, o setor de animações da Warner Bros. parecia ter descambando de vez. Mas, após o absoluto sucesso de “Liga da Justiça: Deuses e Monstros” sob a tutela do titã Bruce Timm e também de outra relativamente bem recebida animação; que foi o caso de “Batman: Piada Mortal”. Parece que todo o departamento passou por uma grande reforma e as animações baseadas nas grande obras em quadrinhos da DC Comics voltaram a ter um futuro.

Não lembro bem a quanto tempo que não era apresentado no formato animação um material com o selo Rated-R (famoso “censura  18 anos” para nos tupiniquins, selvagens), e ainda mais por ser um material que facilmente poderia atrair a atenção do público mais jovem por se tratar de uma animação com o título “Liga da Justiça”. Mas, ela chegou bem na hora. Não apenas por ainda estarmos vivendo nos terríveis tempos do politicamente correto, mas também pela falta de materiais que não fizesse o público de idiota.

O conto que nos é apresentado aqui, se trata de uma das primeiras grandes sagas do tão famigerado Novos 52. Porém, essa é uma das poucas boas historias que se salvam do período. No grupo tempos personagens como o trambiqueiro do John Constantine, a dama da magia Zatana, um invasor de corpos Desafiador, sábio demônio que rima para não te deixar cair na pinimba Etrigan é por fim e tão menos importante um Batman (!?). A mecânica do grupo funciona muito bem, com exceção do calcanhar de Aquiles que é a velha morcega, e ainda consegue alcançar o ápice com as piadas do Desafiador que se mostra um excelente alivio cômico, sem exageros, e as constantes entradas triunfais de um demônio itinerante.

Agora, nem tudo são flores quando se trata de desenvolvimento de roteiro e qualidade de animação. A história em alguns momentos perde ritmo e parece não andar, o que se potencializa quando o roteirista perde tempo com cenas bobas que não chegam a lugar nenhum. Sem contar que a existência do morcego de gotham traz todo os problemas que o personagem pode normalmente proporcionar. É, tudo se complica mais ainda quando a animação não ajuda muito e parece até a de uma série qualquer de TV de alguns anos atrás com traços feios onde o artista não entende nada de anatomia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mas, um ponto que não posso deixar de comentar é que a violência aqui é um ponto extremamente positivo. Ela não é gratuita e ainda existe todo um sentido para ela existir, mas não se engane ao achar que ela vai estar presenta em todas as cenas. Porque, ela apenas serve para pontuar alguns pontos de impacto da primeira parte da trama e acaba sendo esquecida nos minutos finais onde ela se encaixaria perfeitamente.

Apesar de não se ter um grande trabalho de animação e possuir um roteiro não tão primoroso assim, essa aventura da Liga da Justiça Sombria garante um bom entretenimento. As cenas de ação são bem elaboradas e alguns personagens são bem explorados no contexto da história. Então, após essa ultima grande derrocada da Warner Bros. Animations a animação da contra parte sombria da liga da justiça chegou para restabelecer a hegemonia da DC Comics na área de animações e mais ainda para empolgar os fãs para futuros projetos em que todos esperam um maior uso do “Rated-R”.

7/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s